O PODER DE DOMAR O GRANDE


     


     O PODER DE DOMAR DO GRANDE


     As coisas do mundo se agigantam à nossa frente,
     E o mundo que não gostamos nos passa rente,
     Causando danos que não podemos, às vezes, reparar,
     Nem com a contradição do mal, o amar.


     Então as coisas gigantes passam e devemos deixar,
     É necessário que as coisas também aconteçam,
     O mundo na verdade não é só o amar,
     É necessário cuidado para que os anjos não se aborreçam.



     Quando o grande Leviatã se levanta do mar,
     Vem aos homens com intuito de castigar,
     Mas o castigo é para aqueles que aceitam o castigo,
     É para os que aceitam as ilusões do seu inimigo.



      Dentro do mal também está o formoso bem,
      Dentro da escuridão está o espírito de luz,
      Sem a contradição do bem não vive o alguém,
      A luz está na escuridão e é a única que conduz.

     O grande só vence quando o pequeno já está vencido por si mesmo.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário