sábado, 11 de fevereiro de 2017

RESPIRAR


http://www.elversiculodeldia.com/wp-content/uploads/2016/01/universo.jpg


RESPIRAR


O hálito, alento em meus lábios,
Sussurrando a voz, o verbo, a maldição,
O sangue que pulsa na corrente vital,
Cadeias imprevisíveis de um sonho letal.



Uma roda que massacra o tempo,
Entre o bem e o mal, no interior do catavento,
Girando feito um bumerangue perdido,
Procurando a cabeça do demônio corroído.



Respiro a palavra que pronuncia o anjo,
Exalo o choro do bebê recém nascido,
Entre as entranhas da vida desenhada,
Numa folha de pergaminho imaculadada.



Já não é o corpo que respira o sopro,
É o espírito que sonha ser santo,
O grande alento respira por todo o universo,
Numa sinfonia sem acordes, nem verso.



Elder Prior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário