quinta-feira, 27 de outubro de 2016

FOLHA II






FOLHA II



Não se desencante com o que vê, cante,

Espere, inspire, respire, mude o semblante,

Coisas são passageiras das nossas emoções,

Pedaços do passado em nossos corações.



O futuro incerto é certo,

Não se sabe se longe ou perto,

Mas somos nós que desenhamos seu trajeto,

Desde a criação ao que se torna concreto.



Não tenha medo do que passou,

Nem daquilo que nem chegou,

Espero o amanhã com atitudes belas,

Não deixe o passado alimentar seqüelas,



No fim do hoje, é possível um belo amanhecer,

Com sementes que plantamos, que necessitam aparecer,

Sempre existe um novo caminho, uma nova opção,

Depois da tempestade, vêm atendidas, as preces da oração.



Sempre haverá uma chance de mudança,

E com o mundo, fazer uma nova aliança,

Mesmo que lá fora pareça estar tudo fora do lugar,

O que importa é o interior, onde o coração deve estar.

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

FOLHA I



FOLHA I


A raiz do medo é a negatividade,

De olhar, com os olhos abertos, a realidade,

Acreditar que nada pode dar certo,

Com esta energia ruim que temos por perto.



As garras do medo somos nós que criamos,

Em nossa mente limitada, as alimentamos,

Um Cérbero acuado entre as engrenagens mentais,

Preso nas correntes das idéias atuais.



Pensemos positivo para o mundo mudar,

Esperança em uma energia que possa transformar,

Idéias gastas de uma consciência ultrapassada,

Mudar para a felicidade humana tão desejada.



Que toda humanidade possa pensar algo em comunhão,

Sem todas essas coisas que criam a sensação de solidão,

Sem o egoísmo que coloca diferenças onde não existem,

Na ausência de amor que os seres humanos não admitem.


Elder Prior.