sexta-feira, 4 de setembro de 2015

O PRISMA



http://www.infoescola.com/wp-content/uploads/2007/12/dispersao-da-luz.jpg


O PRISMA

Sinto algo em minha alma penetrar,
Uma felicidade que não quer soltar,
Meu corpos separados querem se unir,
Esperando a luz que está por vir.

E muitos chamam de nomes diferentes,
Que causam lutas, mas também, rostos sorridentes,
Ideias diferentes para coisas iguais,
Na mente dos que querem sempre mais.

Olho a cruz pendurada na parede,
Penso no povo do deserto, o coração com sede,
A estrela de Davi se dividiu,
E os irmãos se separaram, a guerra os uniu.

Um indiano subiu os belos montes nevados,
Na escada do céu, monges foram gerados,
Em sua terra, o menino azul é procurado,
Mas no mundo todo o amor é celebrado.

"Não existe religião superior à verdade",
Dizia uma certa senhora, em sua humildade,
Mas parece que as pessoas não conseguem entender,
Que esta luz tem várias cores, para que todos possam ver,
A maioria se prende em sua visão sem cor,
E por causa desta atitude, criam um mundo de dor.

Elder Prior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário