sábado, 13 de junho de 2015

O SAL


                 
                                                                     MAR DE SAL - UYUNI - BOLÍVIA
                                                                      http://www.rutaverdebolivia.com
O SAL

A lágrima é um penar, o suor da alma,
Como um mar que mareja os olhos e acalma,
As ondas que se espalham dentro das emoções,
O sal do sangue que pulsa a vida nos corações.

Traz ao mundo a alquimia da criação,
Ao útero fértil o poder de uma paixão,
Um tacho de sortilégios, de feiticeiras apaixonadas,
Fervem a vida, cozendo a alma recém criada.

E o sal foi pisado, sobre as águas se andou,
Um deserto de sal no cume da montanha ficou,
Quem sabe um mar que mudou de lugar,
Ou, um dilúvio existiu, onde a água fez o mundo acabar.

Os homens em sua busca incansável,
Procurou reter a morte, devoradora insaciável,
Salgaram corpos para não se estragar,
Reis antigos tentaram a vida perpetuar.

Mas o sal pode perder seu valor,
E tornar-se insípido, sem sabor,
Perdendo de dentro de si, a vida,
Com uma lágrima, assinando a despedida.

Elder Prior.

Um comentário:

  1. "Fechou"!
    Gostei demais... Fantástico!
    Meus parabéns, Elder!

    ResponderExcluir