terça-feira, 14 de abril de 2015

AMOR ETERNO




AMOR ETERNO

Acordando e realizando um novo diA,
Montando nos raios do sol que me aqueceraM,
Onde a brisa se envolve nas ondas do riO,
Renascendo da penumbra perdida no amanheceR.

Enfileirado pelas ideias que num canto se esquecE,
Ter novas esperanças como um novo MagnificaT,
Em busca de um salvador que ninguém mais entendE,
Rasgando as aparências para algo bem maioR,
Nas buscas infinitas pelo começar de um novo AeoN,
O tempo nos mostra e aponta que finito é o UniversO
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário