quarta-feira, 11 de março de 2015

ARCO ÍRIS





Arco Íris
 
O grande arquiteto de Odin desenhou sua arte,
Com o carvão da terra encantou uma parte,
Deixou outra para as cores vindas da luz,
A escuridão do deus Loki ao inferno às conduz.


Prometeu decidiu descer pelas escadarias,
Não quis em sua jornada ir de mãos vazias,
Com fogo iluminou o caminho celeste,
Onde foi dito que o anjo de pureza se veste.


Por trás das nuvens os corvos ouvem o murmúrio do vento,
Os pensamentos dos que se perdem no julgamento lento,
Esperam as águas baixarem para um pacto criar,
Entre o céu e a terra, onde poucos ousam pisar.


E na procura pelo verdadeiro caminho,
Descobre o Sábio que não está sozinho,
E mesmo a maldade o leva pelo caminho colorido,
No Arco Íris da verdade e no tempo perdido.


Elder Prior.