sábado, 27 de julho de 2013

DONOS DO MUNDO




DONOS DO MUNDO

A maldade que flui nas veias do terror,
Daqueles que desejam o poder e o valor,
Idéias que te fazem escravos de idéias concebidas,
Mercado de um grande monstro, mentes iludidas.

Grandes tecnologias, banquetes mentais e visuais,
Até onde chegaremos com a sede de querer mais?
De onde vem esta quantidade de coisas artificiais?
Pois na realidade nada é artificial,
Tudo é transformado pela mente humana,
Que transforma o que existe na natureza,
Para gerar algo diferente em sua estranha beleza.

Mas o que ficará quando o lixo acumular?
Quando não houver mais nada pra transformar?
E a humanidade não tiver mais lugar para morar?
Será que buscará uma nova Terra interestelar?

Ou os donos do mundo já estão fazendo isso,
Com seus telescópios gigantes, este mundo omisso,
Onde coisas acontecem por trás das cortinas pesadas,
Num mundo controlado por idéias disfarçadas,
Onde a pobreza está escondida atrás da escravidão,
Uma escravidão que aprisiona elos desejos do coração,
Que se apaixona pelos artifícios da ciência,
Preferindo abster-se de usar a inteligência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário