quinta-feira, 27 de junho de 2013

ALADIM




ALADIM

Tudo o que eu quero, eu posso conseguir,
Pois, neste mundo, estamos para gerar vida,
Não há problemas que não se possa sentir,
A verdadeira face de uma alma esquecida.

Não lamente os erros do passado,
Sem eles não chegarias aos acertos do futuro,
O presente é mais importante e acentuado,
Se viver com ele, não estaremos em apuro.

Aladim, eu sou, em minha mente,
Estou vivo e deixo a vida sorrir,
Fluir pelos rios de uma alma corrente,
Aguando a certeza e o amor nutrir.

Sândalos, pântanos, flores de lótus,
Vidas eriçadas e propagadas na lógica,
Aladim não sabe o poder que tem,
Aladim não vive a vida que pode ter.


Nenhum comentário:

Postar um comentário