domingo, 2 de dezembro de 2012

SE LIVRANDO DAS PULGAS







SE LIVRANDO DAS PULGAS

As coisas estão mudando em todo lugar,
A humanidade agora consegue perceber que é hora de mudar,
Não tem pra onde ir, nem voltar,
Falta consciência, falta tempo pra amar.

O cachorro grande tenta se livrar das pulgas,
Balançando as entranhas, suas rugas,
Suas lágrimas banham seu rosto triste,
Vendo que as pulgas em sugar seu sangue insistem.

O Sol observa calado e frio,
Vendo as coisas que acontecem no cio,
O cio da Terra que quer procriar uma nova vida,
Prepara-se para o coito com uma grande remexida.

Será que as pulgas serão dedetizadas?
Será que as profecias serão realizadas?
A humanidade prefere seus artifícios de maldade?
O bem não tem lugar na realidade?

Você também faz parte das pulgas!?

Elder Prior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário