terça-feira, 30 de outubro de 2012

CARTAS DE AMOR - XVII - A ESTRELA QUE BRILHA





A ESTRELA QUE BRILHA

Te vejo tão dentro de você, consigo,
Mas tenho esperança, um dia eu consigo,
Desabrochar seus pensamentos e entender,
Qual o brilho da luz que tenho que tender.

Abra as janelas que ainda existe muito amor,
Deixe de lado as tristezas e coisas que lhe causam horror,
Me brinde com seu sorriso e seus olhos marejados,
Olhe para o oceano por mim mareado.

Busco em teu silêncio as palavras de sua alma,
Nesta beleza de seus gestos em atitude calma,
Quero sentir sua natureza que me invade,
Como uma joia rara, uma pedra de jade.

Sua estrela brilha em meu coração,
Confirmando em mim eterna paixão,
Busco você pelos céus do universo,
Para descrever-te em mais este verso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário