sexta-feira, 17 de agosto de 2012

CARTAS DE AMOR - I - O MAGO APAIXONADO








O MAGO APAIXONADO



Havia me esquecido da minha paixão,

Passando grande tempo de solidão,

Trancado entre mundos irreais,

Procurando loucamente meus ideais.



Me esqueci da simplicidade da vida,

Perdido no meio da inquietude regida,

Com os grandes caminhos do ego ansioso,

Andando por seu trajeto limboso.



Mas você me lembrou do Amor,

Me tirando do limbo e da dor,

Me mostrou a simplicidade de ser,

Dar valor ao momento de viver.



Olha o Sol lindo acenando lá fora,

Passeando entre as nuvens, viajando de hora em hora,

Mostrando o movimento da vida,

Do amor e da paixão estendida.



E me apaixono novamente pela sua simplicidade,

Cansado de tanta curiosidade,

Amando aquilo que me ama,

Amando a verdade que não se engana.

3 comentários:

  1. Teus versos são sempre inigualáveis!
    Bjão...

    ResponderExcluir
  2. Elder, a cada estrofe mais encantada ficava. Parabéns.
    Trancado entre mundos irreais,
    Com os grandes caminhos do ego ansioso,
    Mas você me lembrou do Amor,
    Mostrando o movimento da vida,
    E me apaixono novamente pela sua simplicidade,

    Obrigada por este lindo momento.




    Postado por Elder Prior às 08:55



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato eu por sua constante presença em meu pequeno mundo...lindo momento é você estar presente...

      Excluir