terça-feira, 31 de julho de 2012

AVALON





AVALON

O Sol brilha entre as brumas,
na floresta distante clareia o céu,
Gotas de orvalho brilham nas folhas,
e as primeiras fadas surgem no ar.


No meio das brumas eis que vem Gaia,
deslizando as mãos na relva fresca,
Transformando o verde em flores,
transformando o mundo em amor.


Avalon, no meio das brumas,
perdido no tempo,
Avalon, escondido daqueles que não devem ver.


Foi em Avalon que te conheci,
entre suas brumas te amei,
Foram momentos que jamais esqueci,
e as flores coroaram nosso amor.


Avalon, o Sol te esconde entre as brumas,
seus lugares suaves em véu,
As estrelas apontam o caminho,
da morada de Tyr lá no céu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário